Kelvin – Temperatura de cor em lâmpadas automotivas

Temperatura de cor é a definição que se dá pela aparência de cor da luz emitida por sua fonte em relação à sua temperatura. Simplificando, é a variação de tonalidade de cor que uma fonte de luz emite.

Geralmente são citadas como uma temperatura mais fria ou quente, onde temos em seus extremos a fria como uma cor branca / azulada e o quente um tom mais avermelhado.

Medida em Kelvins (k), a temperatura de cor de uma fonte luminosa tem total influência em um ambiente e em nossos sentimentos, pois está diretamente ligada à natureza humana. Analisando a ilustração abaixo podemos entender melhor:

Escala Kelvin

As lâmpadas convencionais/halógenas, equipam a maior parte dos veículos que circulam pelo País.  A temperatura de cor fica entre 2800 e 3200 Kelvin, o que se traduz em uma luz branca amarelada. Todas as montadoras nacionais utilizam esse tipo de lâmpada.

As lâmpadas super branca, tem visual mais moderno, são pintadas de azul, isso faz com a luz fique mais branca, ou seja, a quantidade de kelvins aumenta. A temperatura de cor deste tipo de lâmpada fica entre 4200 a 4300 Kelvin, emite luz branca mais intensa.

Já as lâmpadas de led, super led, mega led, muito em moda hoje em dia, tem uma temperatura de cor bem mais elevada, tem uma cor branco azulado, fica em torno de 6000 a 6500 Kelvin.

Qualquer temperatura de cor além de 6500 a 8500 Kelvin tornará a luz azulada, indo do branco azulado até o violeta. Para não correr risco, antes de comprar, pesquise por produtos que não estejam dentro desta faixa, saiba que o que a lei proíbe são lâmpadas que emitem luz azulada.

No mercado encontramos vários produtos, muitos divulgam a informação real, outros escrevem na embalagem a informação incorreta, vale a pena ver o produto funcionando antes de comprar.